domingo, 14 de julho de 2013

O critico de arte (261)

 

O crítico de Arte, atarantado com a luz que emanava das coisas, vivia num jogo de sombras.

 

Sem comentários: