terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

231

 

Aviso à navegação e ao público amigo em geral.

Estão todos convidados. Vai ser uma festa. Prometo que vai. E quando digo todos, quero mesmo dizer todos. Todos, com uma pequena excepção. Uma coisa de circunstância, um detalhe que caracteriza a excepção e que não vou com ele agora perder tempo. Todos são todos, e pronto. Por isso digam de boca em boca, ou gritem alto, façam como queriam. Digam por aí que vai haver festa na Fonte de Letras. O artista/ poeta é da casa e apresenta-se na sua única primeira pessoa.

Estão todos convidados, volto a dizer. É a festa oficial do lançamento do NAVIO à água. É verdade, o barquito parte no Domingo, dia 24 de Fevereiro. Espera-se que parte bem.

NAVIO é uma edição &etc. A &etc é uma casa antiga recheada de artistas, poetas e escritores. Todos marinheiros de primeira qualidade. Talvez consiga arrancar o Vitor Tavares, editor de cânones e sinfonias literárias da Rua da Emenda. Talvez o consiga trazer, do conforto de Lisboa, até à Fonte do Alentejo. Navio está um livrivrinho bonito, quase metafísico e que se inscreve com gosto no idioma da poesia.

Mas a vamos a factos, no tal Domingo, nesse dia 24, à festa na livraria mais bonita MUNDO. Vamos lançar o NAVIO contra a corrente da vida. Espera-se bom tempo na costa, dado que a coisa feita de poesia como é, torna-se frágil e, por vezes, estas coisas voltam-se de borco.

Lá vos espero, no dia 24 de Fevereiro, na Fonte de Letras, às 5 de la tarde, eu, Capitão de mar e guerra, piloto experimentado em travessias perigosas e embarcações de recreio, e o meu amigo Luis Serra como primeiro imediato, conhecedor da palma da mão e de outros trilhos secretos que eu cá sei.

Lá vos esperamos. A vida é uma aventura. E eu gosto dela assim.

 

4 comentários:

Anónimo disse...

E esse navio navega para norte? Há cá bom Porto.
X

José Miguel Gervásio disse...

Ando a ver se sim. Fiz contacto com uma livraria do Porto onde moram amigos e outros assim-a-assim. Mas eles de lá, mesmo sendo bom Porto, ainda não disseram nada. Aguardo, esperançado.

Anónimo disse...

O Navio chegou. À noitinha, discreto entre muitos outros barcos.
Quem tem olho e comprou bilhete para este navio sabe porque o fez. E também sabe que vai ser surpreendido.
Agora estou a arrumar as bagagens e a instalar-me. Só começo a descobrir o navio depois de estar disponível para tal.
Espero, entretanto, poder cumprimentar o capitão.
Sei que gosta de gatos e no seu navio os gatos continuam a ser vadios.
X

José Miguel Gervásio disse...

Agradeço. Há mais cães que gatos no Navio. Há-os de muitas raças. Há cães que se parecem com gatos e vice-versa. Talvez vá ao Porto em breve. Lá nos veremos.