sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

225

Há uns tipos que conduzem uns carros que são a cara deles. São desportivos tipo o carro deles, cheios de marcas e tiques nas mangas e que conduzem pelas veredas da vida com ar profissional de piloto de automóveis. Há uns tipos assim que eu não gramo e que conhecem os carros todos pelo nome.

O gato já não mora aqui não por causa dos carros dos outros. Tem muito pêlo. Tem farto de pêlo de fazer comichão. As mãos ficam vermelhas de fazer festas ao gato, nascem flores e bolores, crescem raminhos de erva de S. João, brotam bétulas e azeitonas vindas dos confins da pele das mãos, rebenta a alfavaca. O gato faz comichão ao pequeno marinheiro e foi, por isso, morar para o terraço. Não temos quem nos diga as horas.

1 comentário:

Anónimo disse...

os navios são amigos dos gatos. precisam deles nos porões e não abandonam o navio!