terça-feira, 11 de dezembro de 2012

222

 

Um tipo qualquer.

Um dia qualquer um tipo qualquer com sapatos.

Na cabeça uma coisa qualquer, provavelmente uma ideia atrás da outra.

A vida que me sabe tão bem a bife panado desprende-se até à hora de me deitar.

É mais ou menos directo.

 

Sem comentários: